Connect with us

Imóveis

8 DICAS NA HORA DE VISTORIAR UM IMÓVEL ALUGADO

Published

on

Seja você inquilino ou proprietário,é importante acompanhar a vistoria no imóvel alugado onde serão anotadas as condições de conservação do imóvel. A imobiliária sempre disponibiliza uma pessoa para esta tarefa. Porém,será necessário conferir os detalhes e apontar eventuais divergências. Seguem 8 dicas valiosas para evitar dores de cabeça na hora da devolução do imóvel:

1) PINTURA: Avalie se a pintura foi bem feita, se não há falhas, manchas ou partes descascadas. Lembrando que desgaste natural não será motivo de ressarcimento;

2) INSTALAÇÕES ELÉTRICAS: Teste todas as tomadas, interruptores e bocais, assim como eventuais aparelhos elétricos tais como aquecedores, chuveiros, eletrodomésticos. Não se esqueça de testar também, se houver, os interfones e portões elétricos. Verifique o quadro de luz e disjuntores. Finalmente verifique pontos de antena para TV, telefone e cabos de rede, se for o caso;

3) INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS: Ligue todas as torneiras e deixe sair a água por cerca de dois minutos para verificar se não existem vazamentos. Verifique também as descargas e bacias sanitárias. Fique de olho em rachaduras, vazamentos e sinais de infiltrações. Olhe os sifões e teste pias, tanques e ralos para saber se há vazão suficiente;

4) REVESTIMENTOS CERÂMICOS E REJUNTES: Avalie se não existem peças danificadas. Bata com um cabo de vassoura para identificar eventuais peças mal colocadas as quais emitirão um som cavo, por estar oco;

5) ESQUADRIAS, JANELAS E PORTAS: Verifique se janelas, vitrôs, portas, portões abrem e fecham sem problemas, se há trincas, maçanetas, chaves. Avalie o estado de pintura destes itens além dos vidros para identificar eventuais trincas. No caso de janelas e portas de madeira é bom avaliar se não há resíduos do tipo pó que podem indicar a presença de cupins ou brocas;

6) GARAGENS: Principalmente em condomínios ou casas onde existam mais de uma unidade é sempre bom conferir e identificar o local exato das vagas de garagem, bem como o sistema de uso, como sorteio por exemplo;

Imóveis

CAIXA REDUZ JUROS DE FINANCIAMENTO IMOBILIARIO

Published

on

Banco também anunciou elevação do teto de financiamento do imóvel usado. Para Secovi-SP, medidas impactam positivamente o mercado imobiliário.

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta segunda-feira, 16/4, a redução dos juros do financiamento para a casa própria para operações realizadas pelo SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo).

Esse foi o primeiro corte desde o mês de novembro de 2016. Com a alteração, a taxa mínima cai de 10,25% para 9% ao ano no caso de imóveis enquadrados no SFH (Sistema Financeiro de Habitação) e de 11,25% para 10% ao ano para aqueles dentro do SFI (Sistema Financeiro Imobiliário).

A título de exemplo, em simulação para aquisição de imóvel novo de R$ 250 mil, com 80% financiado, a queda da taxa de juros de 10,25% para 9% representa, em 20 anos, uma diferença de R$ 25,1 mil de juros no bolso do comprador. Adiciona-se, ainda, o fato de que a diferença entre a prestação inicial e a renda exigida do tomador do financiamento cai mais de 8%.

“Tendo em vista que o mercado imobiliário, em muitas cidades como São Paulo, já iniciou seu processo de retomada, essa medida potencializa o círculo virtuoso da recuperação do setor”, diz Celso Petrucci, economista-chefe do Secovi-SP.

Além disso, o banco comunicou que elevou de 50% para 70% o teto de financiamento de imóveis usados, retornando ao antigo patamar que vigorou até setembro de 2017.

Para o Secovi-SP, quando o teto para financiamento do imóvel usado aumenta, automaticamente, mais pessoas são incluídas no mercado imobiliário, pois a quantia de dinheiro que o adquirente precisará para dar a entrada será menor.

Há, também, o fato de que muitas pessoas precisam vender seu imóvel usado para adquirir um novo. Com essa venda facilitada pelas novas condições de financiamento, o setor de imóveis novos também é impactado.

Para os imóveis do mercado primário, o teto de financiamento permanece em 80%.

Ainda segundo a Caixa, os recursos disponíveis para o crédito habitacional neste ano são de R$ 82,1 bilhões.

 

FONTE: SECOVI SP

Continue Reading

Imóveis

6 DICAS NA HORA DE VISTORIAR UM IMÓVEL ALUGADO

Published

on

Seja você inquilino ou proprietário, é importante acompanhar a vistoria no imóvel alugado onde serão anotadas as condições de conservação do imóvel. A imobiliária sempre disponibiliza uma pessoa para esta tarefa. Porém, será necessário conferir os detalhes e apontar eventuais divergências. Seguem 8 dicas valiosas para evitar dores de cabeça na hora da devolução do imóvel:

1) PINTURA: Avalie se a pintura foi bem feita, se não há falhas, manchas ou partes descascadas. Lembrando que desgaste natural não será motivo de ressarcimento;

2) INSTALAÇÕES ELÉTRICAS: Teste todas as tomadas, interruptores e bocais, assim como eventuais aparelhos elétricos tais como aquecedores, chuveiros, eletrodomésticos. Não se esqueça de testar também, se houver, os interfones e portões elétricos. Verifique o quadro de luz e disjuntores. Finalmente verifique pontos de antena para TV, telefone e cabos de rede, se for o caso;

3) INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS: Ligue todas as torneiras e deixe sair a água por cerca de dois minutos para verificar se não existem vazamentos. Verifique também as descargas e bacias sanitárias. Fique de olho em rachaduras, vazamentos e sinais de infiltrações. Olhe os sifões e teste pias, tanques e ralos para saber se há vazão suficiente;

4) REVESTIMENTOS CERÂMICOS E REJUNTES: Avalie se não existem peças danificadas. Bata com um cabo de vassoura para identificar eventuais peças mal colocadas as quais emitirão um som cavo, por estar oco;

5) ESQUADRIAS, JANELAS E PORTAS: Verifique se janelas, vitrôs, portas, portões abrem e fecham sem problemas, se há trincas, maçanetas, chaves. Avalie o estado de pintura destes itens além dos vidros para identificar eventuais trincas. No caso de janelas e portas de madeira é bom avaliar se não há resíduos do tipo pó que podem indicar a presença de cupins ou brocas;

6) GARAGENS: Principalmente em condomínios ou casas onde existam mais de uma unidade é sempre bom conferir e identificar o local exato das vagas de garagem, bem como o sistema de uso, como sorteio por exemplo;

Continue Reading

Condomínios

VAZAMENTO NA UNIDADE VIZINHA E AGORA?

Published

on

Vazamentos já são problemáticos por si só mas se envolverem a unidade vizinha podem gerar uma grande dor de cabeça. Porém, apesar de incômodo, há solução. Apresentamos a seguir algumas dicas de quais os passos para resolver esse transtorno tão comum nos condomínios.

1)      Certifique-se, primeiramente, que o vazamento não tenha origem na sua unidade. É importante que solicite a visita de um profissional para afirmar a situação existente.

2)      Procure o proprietário da unidade causadora do vazamento para resolver o problema de forma amigável, para firmarem acordo em que as partes se comprometam a consertar o vazamento dentro de um prazo estabelecido.

3)      Caso, não seja atendido o prazo determinado busque auxilio da administradora do seu condomínio para intermediar a situaçãoe registrar a comunicação com a unidade proveniente do vazamento.

4)      Em ultimo caso, após esgotadas todas as tentativas de solução de forma amigável e administrativa, é que se deve buscar as medidas judiciais.

Continue Reading

Destaques